Peter Higgs, Francois Englert e o CERN, Prémio Príncipe de Astúrias de Investigação Científica e Técnica 2013

30/05/2013
O júri, do qual o Prof. Dr. Luis Fernández-Vega é membro, decidiu conceder este prémio aos artífices do descobrimento do Bosão de Higgs.

 

O Prof. Dr. Luis Fernández-Vega é membro do júri do prémio Príncipe de Astúrias de Investigação Científica e Técnica que em 2013 foi atribuído ao Bosão de Higgs e concretamente a Peter Higgs, Francois Englert e o CERN, de acordo com o publicado em 29 de maio em Oviedo.

O juri sublinhou que os descobridores que mediram e identificaram as propriedades do Bosão de Higgs "permitiram completar a descrição dos componentes fundamentais da natureza".

A descoberta, a que se chegou no ano passado, constitui um exemplo emblemático de como a Europa liderou um esforço coletivo para resolver um dos enigmas mais profundos da física.

Para entender estes avanços é preciso olhar para o passado e recordar que a humanidade sempre tentou compreender os constituintes básicos da matéria. Sabemos que somos formados por átomos e que estes - por sua vez - são compostos por partículas de matéria ou de força.

Os galardoados deram-se conta que se houvesse outro tipo de partículas diferentes destas seria possível compreender porque é que as partículas têm massa. Estes bosões são como um melaço dentro do qual se movem outras partículas que - embora em princípio não tenham massa - quando se movem dentro do bosão atuam como se a tivessem.

Os Prémios Príncipe de Astúrias destinam-se, segundo os Estatutos da Fundação, a premiar “o trabalho científico, técnico, cultural, social e humanitário realizado por pessoas, instituições, grupos de pessoas ou de instituições no âmbito internacional”. Dentro deste espírito, o Prémio Príncipe de Astúrias de Investigação Científica e Técnica será concedido àqueles “cujos descobrimentos e/ou invenções representem uma contribuição relevante para o progresso e o bem-estar da humanidade nos campos das matemáticas, da astronomia e astrofísica, física, química, das ciências da vida, ciências médicas, ciências da Terra e do espaço e das ciências tecnológicas, incluindo as disciplinas correspondentes a cada um dos ditos âmbitos e as técnicas com elasrelacionadas”.

Nesta edição concorriam um total de 43 candidaturas oriundas da Alemanha, Argentina, Bélgica, Canadá, Costa Rica, Estados Unidos, Hungria, Israel, Itália, Países Baixos, Paquistão, Reino Unido, Suécia, Suíça e Espanha.

O que é O Bosão de Higgs?

 

 

 

 

pídenos cita ahora

Déjanos tus datos

Nos pondremos en contacto contigo

Llámanos por teléfono

O si lo prefieres te llamamos nosotros:

985 240 141

estamos en

Oviedo

Avenida Dres. Fernández-Vega 34 33012, Principado de Asturias (ESPAÑA)

Madrid

C/ Príncipe de Vergara 131, 28002, Madrid (ESPAÑA)

Las cookies nos permiten ofrecer nuestros servicios. Al utilizar nuestros servicios, aceptas el uso que hacemos de las cookies.